Eu tenho essa tola mania de querer que cada um pense por si e que crie suas próprias receitas de felicidade e de infelicidade.

Ao mesmo tempo, gosto de questionar-me, saindo “do lugar comum” e subvertendo tudo o que eu e outrem tínhamos como certo e verdadeiro.

Imagine, então, a minha alegria ao encontrar uma seção inteira de Misconceptions, na TED Radio Hour ;-)

Mas, isso é assunto para outra hora. O que temos para hoje é mais uma reflexão e um contraponto (ou um reforço do ponto principal, dependendo de como você olhar :-) )

“(…) technology appeals to us most where we are most vulnerable. And we are vulnerable. We’re lonely, but we’re afraid of intimacy. And so from social networks to sociable robots, we’re designing technologies that will give us the illusion of companionship without the demands of friendship. We turn to technology to help us feel connected in ways we can comfortably control (…)”

“(…) a tecnologia nos atrai mais onde nós nos sentimos mais vulneráveis. E nós somos vulneráveis. Estamos sozinhos, mas temos medo de intimidade. E assim, desde as redes sociais até os robôs sociáveis, estamos desenvolvendo tecnologias que nos oferecerão a ilusão de companheirismo sem as exigências da amizade. Voltamo-nos à tecnologia para ela nos ajudar a nos sentirmos conectados de formas que podemos confortavelmente controlar (…)”

“(…) We’re getting used to a new way of being alone together. People want to be with each other, but also elsewhere — connected to all the different places they want to be. People want to customize their lives. They want to go in and out of all the places they are because the thing that matters most to them is control over where they put their attention. So you want to go to that board meeting, but you only want to pay attention to the bits that interest you (…)”

“(…) Estamos nos acostumando com uma nova forma de estarmos a sós, juntos. As pessoas querem estar umas com as outras, mas também num outro lugar — conectadas com todos os lugares diferentes que queiram. As pessoas querem customizar suas vidas. Querem ir para dentro e para fora dos lugares em que se encontram porque o que mais lhes importa é o controle sobre onde colocam sua atenção. Então, vocês querem ir a uma reunião, mas querem prestar atenção apenas nas partes que lhes interessam (…)”

“(…) When I ask people ‘What’s wrong with having a conversation?’ People say, ‘I’ll tell you what’s wrong with having a conversation. It takes place in real time and you can’t control what you’re going to say.’ So that’s the bottom line. Texting, email, posting, all of these things let us present the self as we want to be. We get to edit, and that means we get to delete, and that means we get to retouch, the face, the voice, the flesh, the body — not too little, not too much, just right.

Human relationships are rich and they’re messy and they’re demanding. And we clean them up with technology. And when we do, one of the things that can happen is that we sacrifice conversation for mere connection. We short-change ourselves. And over time, we seem to forget this, or we seem to stop caring (…)”

“(…) Quando eu pergunto às pessoas ‘O que há de errado em uma conversa?’ Elas dizem: ‘Vou lhe dizer o que há de errado em uma conversa. Ela acontece em tempo real e você não pode controlar o que vai dizer.’ Então este é o ponto principal. Sms, email, posts, tudo isso nos permite apresentar o eu como queremos ser. Nós editamos, e isto significa que deletamos, o que significa que retocamos, o rosto, a voz, a carne, o corpo — não muito pouco, não em demasia, apenas o certo.

Relações humanas são ricas e são confusas e são exigentes. E nós as limpamos com a tecnologia. E quando o fazemos, uma das coisas que acontecem é que sacrificamos a conversa por uma mera conexão. Nós enganamos a nós mesmos. E com o passar do tempo, parece que nos esquecemos disso, ou parece que paramos de nos importar (…)”

 

TED Radio Hour – Are We Plugged-In, Connected, But Alone?

TED Talk – Sherry Turkle: Conectado, mas só?

 

TEDx – Martha Gabriel – Cibidrismo

a partir de 9min e 40seg